ArtRio

Daniel Arsham e Makoto Azuma no Oi Futuro e Aterro do Flamengo

Dois dos mais incensados artistas da atualidade, americano e japonês inauguram instalações inéditas a céu aberto e mostra referencial que ocupa todo o prédio do centro cultural a partir do dia 12 de setembro.

Enquanto Arsham criará um enorme jardim zen em que artefatos modernos petrificados substituem as tradicionais pedras como elemento de decoração, Azuma construirá uma instalação viva composta por um grande círculo de flores

Artistas que se notabilizaram pela criação de instalações arrojadas, como lançar um buquê de flores à estratosfera ou produzir uma réplica de um teclado musical com cinzas de vulcão, e pelas parcerias com nomes badalados da moda, do cinema, da dança e da cultura pop – de Pharell Williams a James Franco –, o americano Daniel Arsham e o japonês Makoto Azuma irão trazer suas obras pela primeira vez ao Rio de Janeiro. Com propostas artísticas singulares que desafiam as leis da natureza e estimulam a imaginação, eles encabeçam a primeira edição da mostra de arte pública “Outras Ideias”, projeto com curadoria de Marcello Dantas, onde apresentarão trabalhos de grande escala desenvolvidos especialmente para o evento, no Aterro do Flamengo, a partir do dia 12 de de setembro.

Simultaneamente, o Oi Futuro abrigará uma mostra referencial com cerca de 20 obras dos artistas, entre esculturas, vídeos e pinturas, que ocuparão o prédio inteiro do espaço cultural até 5 de novembro, além de uma palestra na abertura com a participação de ambos, às 19h, no teatro do centro cultural.

“Acho que a principal característica desse projeto é conectar sensibilidades inéditas ao nosso repertório e possibilitar contato com idéias novas, que a partir de outros pontos de vista nos ofereçam outras fontes de inspiração”, afirma Marcello Dantas, um dos mais ativos curadores de arte contemporânea do país, com um extenso currículo de exposições de arte pública. “Makoto Azuma criou uma forma de arte muito singular, que explora o efêmero das plantas e flores colocadas nos mais variados contextos geográficos. Daniel Arsham explora a simulação do presente projetado no futuro na forma de ruína. Esse contraste entre o que entra em decomposição e o que é o resquício é uma metáfora forte dos nossos tempos”.

“O Oi Futuro incentiva a democratização da cultura e a interferência em espaços urbanos que modifiquem para melhor a vida nas cidades”, lembra o gestor de cultura da instituição, Roberto Guimarães. “Ao estabelecer um diálogo entre as obras destes dois artistas em evidência no Centro Cultural e no Aterro, o instituto espera modificar a percepção das pessoas sobre o território em que circulam e estimular a sua interação com a arte”.

A exposição acontece no Oi Futuro do Flamengo na Rua Dois de Dezembro, 112. Você poderá visitá-la do dia 12 ao dia 05 de novembro, de terça a domingo de 11h as 20hs. Ja no Aterro do Flamengo a obra de Daniel Ashram se encontra em frente ao boteco Belmonte e a de Makoto Azuma em frente ao Porcão Rio's.