ArtRio

Galeria Ipanema completa 50 anos de arte

A mais longeva galeria brasileira em atividade, a Galeria de Arte Ipanema inicia as comemorações de suas cinco décadas com uma seleção especial de obras em seu stand da ArtRio 2015 e com a mostra “50 anos de arte: Parte I”, em sua sede. Com a abertura marcada para a noite do dia 2 de setembro, a exposição vai reunir nomes fundamentais da arte brasileira, que participaram desta história.

Fundada por Luiz Sève, a galeria começou sua bem-sucedida trajetória em novembro de 1965, em um espaço do Hotel Copacabana Palace, com uma exposição com obras de Tomie Ohtake e Manabu Mabe, entre outros. Até chegar à casa da Rua Aníbal de Mendonça, em Ipanema, passou ainda por outros endereços, como o Hotel Leme Palace, no Leme, e a Rua Farme de Amoedo. Paralelamente à sua ação no Rio, manteve entre 1972 e 1987 um espaço na Rua Oscar Freire, em São Paulo, projetado por Ruy Ohtake.

Para a exposição “50 anos de arte: Parte I”, a Galeria Ipanema irá homenagear os artistas Tomie Ohtake (1913-2015) e Hélio Oiticica (1937-1980), com uma seleção de dez obras de cada um, feitas nas décadas de 1950 e 1960, pertencentes a acervos particulares e ao Projeto Hélio Oiticica. Os dois artistas, de grande importância na história da arte brasileira, integraram exposições ao longo da trajetória da Galeria.

O stand na ArtRio também vai comemorar o aniversário com trabalhos do venezuelano Carlos Cruz-Diez, um dos grandes nomes da arte cinética (que é representado pela galeria), além de obras de Jesús Rafael Soto, Victor Vasarely, Sérgio Camargo, Lygia Pape, Maria Leontina, Milton Dacosta, Portinari, José Panceti e Tomie Ohtake.

Uma das precursoras a dar visibilidade ao modernismo, a Galeria Ipanema representou por muitos anos, com uma estreita relação, os artistas Volpi (1896-1988) e Di Cavalcanti (1897-1976), e realizou as primeiras exposições de Paulo Roberto Leal (1946-1991) e Raymundo Colares (1944-1986). Em seu precioso acervo, estão trabalhos de Hélio Oiticica, Ivan Serpa, Lygia Clark, Sérgio Camargo, Jesús Soto, Mira Schendel, Guignard, Pancetti, Portinari, Di Cavalcanti, Cícero Dias, Iberê Camargo, Tomie Ohtake, Lygia Pape, Amelia Toledo, Milton Dacosta, Maria Leontina, Dionísio del Santo, Antônio Bandeira, Heitor dos Prazeres, Vasarely, Rubens Gerchmann, Nelson Leirner, Waltercio Caldas, Franz Weissmann, Ângelo de Aquino, Geraldo de Barros, Heitor dos Prazeres, Joaquim Tenreiro e Frans Krajcberg. Dos artistas trabalhados pela galeria, apenas Portinari (1903-1962) e Guignard (1896-1962) já haviam falecido antes de sua inauguração.

A exposição “Galeria Ipanema: 50 anos de arte – Parte I” vai até o dia 17 de outubro de 2015. A Galeria Ipanema fica na R. Aníbal de Mendonça, 173. Funcionamento: de 10h às 19h, de segunda a sexta, e das 11h às 15h, aos sábados. Entrada gratuita. Na ArtRio 2015, a galeria está no Armazém 1, stand B1.