ArtRio

Fyodor Pavlov-Andreevich debate sua obra "A Criança Abandonada"

No dia 1º de maio de 2017, o performer russo-brasileiro Fyodor Pavlov-Andreevich finalizou um de seus trabalhos de longa duração mais conhecidos, "A Criança Abandonada - The Foundling", uma série de intervenções site-specific de guerrilha live art nos eventos mais significativos do mundo da arte, entre eles o jantar de gala da Fundação François Pinault em Veneza, a inauguração do Garage Museum em Moscou, o jantar VIP da Christie em Londres (todas estas em 2015), o jantar de gala da Bienal de Arte de São Paulo (2016) e o Met Gala em Nova Iorque (2017).

Todos estes eventos/instituições de alguma maneira ou ignoram a performance art em geral ou possuem uma relação específica e peculiar com o trabalho de Fyodor - por isso a doação (é assim que Fyodor chama sua Criança Abandonada: uma doação de um trabalho de performance art em uma caixa de vidro com um frágil corpo nu dentro).

O episódio no Met Gala foi o mais longo, durou mais de 24 horas e acabou com a prisão do artista e quatro acusações criminais. A audiência no Tribunal Penal Central de Manhattan (Nova York) está agendada para 5 de junho. Alguns dias antes, Fyodor conversará com Ana Avelar, curadora de sua exposição solo "Monumentos Temporários", no MAC USP (aberta até 13 de agosto de 2017) e o público.

O bate-papo acontece no dia 3 de junho, de 16h30 às 18h, com entrada gratuita. O MAC USP fica na Avenida Pedro Álvares Cabral, 1301 - São Paulo. Veja a programação em www.mac.usp.br.