ArtRio

Cassino de Heleno Bernardi

O IED Rio (Istituto Europeo di Design), a TAL Projects e a Brisa Art apresentam a exposição “Cassino”, em que o artista Heleno Bernardi aplicará cerca de uma tonelada de purpurina dourada no lendário teatro do Cassino da Urca, cobrindo suas paredes, palco e fosso da orquestra. Com curadoria de Renato Rezende, a intervenção propõe uma “alusão metafórica aos dias gloriosos, à riqueza que atraía os jogadores, ao brilho dos artistas e também à efemeridade da sorte que girava pelas roletas”.

“A exposição jogará luz sobre o espaço do antigo teatro do Cassino, lembrando as camadas de tempo e história que o revestem, e recuperando a memória afetiva e simbólica de um período importante da cultura carioca”, diz Heleno Bernardi. “Uso a purpurina tentando extrair potência de suas propriedades assumidamente ilusórias”, observa. O artista destaca ainda que pensou neste trabalho como intervenção urbana, apesar de ser realizado dentro de um espaço fechado. “A história deste edifício extrapola suas fronteiras e espelha nossa relação com a própria cidade”, afirma. “Em um momento em que tantas coisas estão sendo demolidas e instituições sendo desmontadas, investir na transformação de uma ruína, buscando criar sentido a partir de seus restos, é uma forma de agir e de refletir sobre o mundo”.

O curador Renato Rezende destaca que “o projeto será uma oportunidade de o público conhecer aquelas ruínas lendárias através de uma exposição de alto impacto visual, revelando e ressignificando seu passado”. “O uso da purpurina dourada como elemento plástico remete à riqueza dos tempos do jogo e se refere, de maneira mais crítica, ao esfacelamento da memória, dos bens culturais e arquitetônicos e ao soterramento a que a história está sujeita”, completa.

Os quase mil quilos de purpurina utilizados no projeto terão reaproveitamento sustentável ao final da exposição. O material será retirado das paredes e piso, triturado juntamente com os resíduos sólidos da obra, e se misturará à massa do novo concreto que será utilizada na reforma que o IED promoverá a partir de 2018, e que terá selo verde.

A produção da intervenção envolveu um projeto articulado e inovador realizado pela Tal Projects, galeria que representa Heleno Bernardi no Rio de Janeiro, e a consultoria de arte Brisa Art – de Maria Luz Bridger e Fernanda Sattamini – que sensibilizaram colecionadores e amantes do Rio de Janeiro em torno da ideia. Assim, o artista desenvolveu um múltiplo com tiragem limitada, e a venda, ao longo deste ano, de 45 exemplares deste trabalho permitiu a realização do projeto.

Serviço:
IED (Istituto Europeo di Design), Urca
[Lendário teatro do Cassino da Urca]
Abertura: 25 de novembro de 2017, das 18h às 21h
Visitação pública: 26 de novembro a 20 de dezembro
Av. João Luiz Alves, 14, Urca
Terça a domingo, das 14h às 20h
Entrada gratuita